Buscar
  • Dr. Bruno Burjaili

POSSO TER AVC PORQUE UM ANEURISMA ROMPEU? PRECISO DE EXAME?


A maioria dos AVCs é por falta de sangue em uma parte do cérebro, como uma mangueira entupida; são os AVCs isquêmicos. A minoria (só 2 em cada 10) é por sangramento, como uma mangueira que vazou; são os AVCs hemorrágicos. E uma das coisas que pode fazer vazar é um aneurisma. O que é aneurisma? Imagine que um ponto da mangueira ficou flácido, e ali o líquido começa a esticar aquele ponto formando uma bolha, como uma bexiga. Essa bolha é o aneurisma. O problema, normalmente, não é ter o aneurisma, mas é ele estourar, romper. Muita gente tem aneurisma na cabeça e não sabe, passa décadas e nem se dá conta, porque é raro ter sintoma por um aneurisma que não rompeu. Mas quando rompe, aí sim, temos o tal AVC hemorrágico, um sangramento no tecido cerebral, que é grave, precisando de tratamento de emergência, e podendo causar sequelas ou morte. Então, primeira coisa: preciso fazer exame pra saber se eu tenho aneurisma cerebral? A recomendação geral é: quem tem 2 ou mais parentes de primeiro grau com aneurisma tem que fazer exame, normalmente a angiotomografia ou a angiorressonância, claro, após avaliação médica. E se eu fiz um exame, até por acaso, procurando outra doença, e eu descobri que eu tenho um aneurisma que não rompeu na cabeça? Nesse caso, dependendo do tamanho, do local, do formato do aneurisma, da idade, da origem do paciente, e outras características, pode ser indicado acompanhamento com exames de tempos em tempos, ou um procedimento para corrigir o aneurisma, que pode ser cateterismo ou cirurgia aberta. De qualquer maneira, o que vale pra todo mundo: tabagismo (cigarro) e hipertensão arterial sistêmica (pressão alta) sem tratamento aumentam muito a chance de um aneurisma romper.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo